Receita ritual

Ao pronunciar as três curtas
E enfáticas
Palavras,
Tem de se tomar muito cuidado.
Primeiro, deve-se repeti-las
Muitas vezes
Mentalmente.
Olhar nos olhos,
Pensar nelas com toda sua força
E esperar que o outro,
Seja capaz de entendê-las
Só sob a forma desse olhar.
Pode-se também, escreve-las
Em segredo
Depois de muito imaginá-las
Verdes, azuis
E coloridas
Pode-se dizer
Baixinho
Como um segredo
Como se nunca houvesse sido pronunciado antes
Quase como se doesse
Como se conjurasse um feitiço.
É como plantar uma semente
Que, ao ouvir em troca, palavras semelhantes
Começa a brotar
Depois disso,
A força
Velocidade
E comprimento
São diretamente proporcionais
Aos cuidados e as maneiras
Que continua-se a recitar o feitiço.
É comum que a repetição a faça crescer.
Com o tempo, vai-se ganhando forma
Encorpando
Vai-se falando mais alto
Escrevendo maior
Ganhando mundo
O feitiço, vai querendo ganhar o mundo
Contar pra todos
Sua história
Vai se esgueirando nos bares,
Nas camas no fim da noite
Nós beijos de bom dia
Nós sorrisos cansados depois do trabalho
Ele vai sutilmente
Tomando as casas, as esquinas
As praças
Restaurantes
E salas de cinema
Se espalha por todas as praias
E volta
Por que quem o conjurou
O chama
Pra gritar
Seu pequeno feitiço
Aos quatro ventos
Eu te amo

Um comentário em “Receita ritual

Adicione o seu

  1. Enquanto lia, eu escutava uma versão em piano de uma das músicas de “A Viagem de Chihiro”. Ai, como combinou! Fiquei pensando nesse amor puro e forte que havia entre Chihiro e Haku. Um amor que ultrapassa mundos. O amor de um rio por uma menina.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: